Uma boa causa, bons colaboradores e mãos à obra!

O terceiro setor ganha cada vez mais destaque e demonstra que é possível transformar a sociedade com ações que começam de forma simples.

A tecnologia é o caminho comum para aqueles que acompanham o crescimento do setor, buscam  objetivos maiores e estão abertos a novas formas de trabalho.

Se a abrangência de mobilizações sociais antes era restrita, agora, em um mundo conectado e dinâmico, as possibilidades são infinitas. Será que estamos preparados para explorar as oportunidades? Por onde começar? Como chegar lá?

 

Para estruturar e pavimentar este caminho, cada vez mais organizações do terceiro setor estão reconhecendo a importância de uma prática já muito conhecida e maturada no mundo corporativo: o planejamento estratégico. Não se trata apenas de uma formalização de conceitos organizacionais, como muitos podem pensar. Esse conjunto de ferramentas vai além: tem o poder de definir ou reposicionar o pensamento e funcionamento de uma organização, por meio de conceitos como missão, visão, metas, iniciativas e até indicadores de performance.

O Cidade Democrática – principal iniciativa do Instituto Seva, entidade sem fins lucrativos com qualificação de OSCIP – é um exemplo de projeto transformador que utiliza a tecnologia em seu dia a dia e que se viu frente a uma grande oportunidade: revisar seu posicionamento com a ajuda da IBM, que ofereceu uma consultoria em planejamento estratégico para a organização.

Na plataforma online do Cidade Democrática, qualquer cidadão pode dar uma sugestão sobre como melhorar sua cidade ou seu bairro e receber apoios e comentários para aprimorar sua ideia. As propostas são associadas a temas e territórios, o que facilita processos de decisão em questões públicas.

Como resultado do processo de consultoria, a equipe decidiu focar na sistematização de suas experiências ao longo dos últimos três anos, no desenvolvimento de um produto, na elaboração de uma estratégia comercial e na articulação com as pessoas de sua rede capazes de ajudar a encontrar os caminhos para que esse produto pudesse ser aplicado em diversas localidades.

Depois da consultoria, ficou muito mais fácil enxergar o caminho para reunir influenciadores, fazer a apresentação da nova ideia e encontrar financiadores que poderão viabilizar a sustentabilidade financeira da organização que, por sua vez, poderá promover muito mais transformações positivas em cidades Brasil a fora. O trabalho também ajudou os executivos do Instituto Seva a planejar um roadshow da ideia na Califórnia e Londres, ainda em 2012.

Um momento de pausa e reflexão é fundamental para qualquer organização e para o sucesso de suas iniciativas. Não rara é a situação em que todos estão indo na mesma direção, mas com esforços e visões diferentes. E é neste momento que questões básicas, às vezes antes encobertas, aparecem: será que o que fazemos nos levará aonde queremos chegar? Será que temos os recursos adequados para o que queremos fazer? Será que vale mais a pena fazer menos, mas melhor?

Internamente, este alinhamento de identidade, objetivos e ações gera frutos visíveis e, externamente, o planejamento estratégico também ajuda no diálogo com empresas e organizações parceiras, facilitando a captação de recursos e articulações.

Vale lembrar que o processo de planejamento estratégico é cíclico. Deve ser revisto de acordo com a mudança de cenários, em períodos definidos pela organização. É comum vermos grandes empresas darem guinadas em sua visão, alterando seu funcionamento de acordo com as tendências de mercado e o ambiente em que estão inseridas.

O mundo está se transformando, ficando cada vez mais inteligente e dinâmico, evoluindo a velocidades cada vez maiores. Será que já não está na hora de sua organização planejar o próximo passo?

 

 

Please reload

Destaque

COMUNICADO

November 12, 2019

1/5
Please reload

Recentes

November 12, 2019

September 5, 2019