ENCONTRO DE PROFISSIONAIS DO TERCEIRO SETOR

No dia 16 de abril, o Instituto Norte Amazônia de Apoio ao Terceiro Setor em parceria com a Associação Casa Família Rosetta, Hospital Santa Marcelina e a Associação de Pais e Amigos do Toxicômanos de Rondônia, realizaram o primeiro encontro de profissionais do terceiro setor, onde foi discutido a importância do Profissional em Serviço Social no terceiro setor.

Este evento teve como objetivo suscitar uma discussão preliminar sobre o Terceiro Setor, conceitos, características e desafios, apontando para a ação do Assistente Social nesse contexto. Trata se de um tema atual considerando o processo de configuração desse setor no cenário nacional e a reconfiguração das formas de gestão institucional, despertando-nos a necessidade de reflexão sobre a atuação dos diferentes profissionais das áreas de ciências humanas, sociais e da saúde mental, com destaque ao Serviço Social.

Voltado para Gestores, Empreendedores Sociais, Voluntários, Assistente Social, Professores, Acadêmicos e Profissionais de áreas afins. Importante destacar a participação dos acadêmicos de serviço social da UNIP.

O encontro foi realizado no auditório da Associação Casa Família Rosetta e teve inicio com a palestra do Empreendedor Social, Rafael Vargas. Sua palestra foi o tema do encontro “O serviço social e o terceiro setor”, abordou dizendo que “a discussão e a reflexão sobre o terceiro setor é assunto atual e pertinente, se busca uma compreensão específica e atualizada sobre a atuação de diferentes profissionais nessas organizações, considerando a busca da qualidade social para os serviços prestados”.

O encontro também teve a participação da Gestora da Associação Casa Família Rosetta, Giusi Fulco, Assistente Social do Centro Social Madre Mazzarello (CESMMAZZA), Maria José e representante do Conselho Regional de Serviço Social (CRESS) e Agente Fiscal, Sra. Maria das Graças Seixas.

Giusi Fulco abordou sobre os trabalhos realizados na Casa Família Rosetta e que o terceiro setor “tem se constituído em terreno fértil para a atuação de vários profissionais, em especial para o Assistente Social, no desenvolvimento de políticas públicas”

Maria José como Assistente Social, falou sobre sua experiência e os trabalhos que realiza no Centro Social Madre Mazzarello. “A atuação do CESMMAZZA é em uma diversidade e variedade de questões que afetam a sociedade em diversas áreas”.

A Agente Fiscal do CRESS, Maria das Graças, apresentou alguns requisitos que são fundamentais para o Assistente Social e a todos os profissionais que desejam atuar em organizações do Terceiro Setor. “Os profissionais devem ter a concepção clara de que população atendida pela instituição é constituída por sujeitos de direitos e não meros objetos da ação profissional”.

Importante frisar que o encontro mostrou que a atuação de profissionais competentes, comprometidos e participativos se faz de fundamental importância, dentre eles, o assistente social. Há a necessidade da inserção profissional, nesse contexto, ocorrer de forma equilibrada e cuidadosa, crítica e construtiva, discernindo claramente a contribuição que o assistente social pode trazer para um trabalho de qualidade social no âmbito do terceiro setor.

 

Acesse as fotos

 

Please reload

Destaque

COMUNICADO

November 12, 2019

1/5
Please reload

Recentes

November 12, 2019

September 5, 2019

Please reload

Arquivo